///Hiperidrose cabeça BOTOX
Hiperidrose cabeça BOTOX2019-02-06T16:55:03+00:00

Hiperidrose_axilar- aplicacao de BOTOX SAO PAULOHiperidrose ou suor na cabeça e seu tratamento com toxina botulínica (“botox”)

 

Hiperidrose é um excesso desagradável de suor, em uma ou várias partes do corpo. Hiperidrose crânio facial é o suor exagerado na cabeça.

A Hiperidrose definida como sudorese que ultrapassa a necessidade de termoregulação ( controle da temperatura corporal) , é uma condição benigna, mas que pode trazer desagrado a seus portadores. É uma afecção não muito rara, atingindo até 1% da população. Pode-se imaginar que numa cidade como São Paulo, com 12 milhões de habitantes, existam 120.000 pessoas com esse problema. Provavelmente todos têm em seu círculo familiar, profissional ou de amizade alguém que apresente Hiperidrose. Às vezes isso não é tão visível , porque por constrangimento ou desconhecimento , as pessoas não gostam de revelar a sua presença.

suor cabeça botox tratamentoAs pessoas que tem Hiperidrose podem apresentar um aumento de sudorese em situações inexplicáveis e sem qualquer causa aparente. Este aumento pode aparecer na cabeça, axila, nas mãos, nos pés, no rosto ou em qualquer outra parte do corpo.

Muitas pessoas sofrem com a transpiração excessiva no couro cabeludo, uma situação que pode causar, além de constrangimento, incomodo, por deixar uma sensação de fios sempre sujos e mal cuidados, principalmente durante o verão. O que muitos não sabem é que há uma boa opção terapêutica para ajudar no controle dessa situação.

O tratamento indicado, para ajudar no combate a hiperidrose, é a aplicação de uma substância muito conhecida por seu uso em tratamentos cosmiátricos: a toxina botulínica. Embora conhecida por suavizar as rugas, ela também tem outras indicações terapêuticas, entre elas, o tratamento da hiperidrose (excesso de suor).

A hiperidrose é caracterizada pelo suor excessivo, que acomete além do couro cabeludo, mãos, pés, axilas, virilha e face. O médico que faz o diagnóstico e o tratamento desse distúrbio é o dermatologista. Mas, em alguns casos é preciso indicar um cirurgião vascular, por ser necessária uma cirurgia chamada simpatectomia.

Mas nesse artigo, vamos falar sobre o tratamento da hiperidrose com a toxina botulínica que é um procedimento simples, relativamente rápido e é realizado no próprio consultório. Antes, porém, o dermatologista irá realizar uma avaliação médica específica, para definir qual a quantidade e concentração do produto a ser aplicado. O numero de aplicações (picadas) fica em torno de 100 a 200 pontos, mas não significa que esse seja um numero válido para todos os pacientes.

A aplicação da toxina botulínica, no couro cabeludo, também é uma opção para quem, apesar de não sofrer com a hiperidrose, se incomoda com o suor excessivo quando, por exemplo, faz atividade física na hora do almoço ou as mulheres que não querem lavar o cabelo todo dia após a academia. Em casos como esses, a aplicação da toxina botulínica deixa de ser um tratamento terapêutico e passa a ser um procedimento estético.

É importante esclarecer que, para algumas pessoas, o procedimento apenas irá proporcionar uma redução da sudorese, sendo necessário ainda lavar os cabelos após a prática de exercícios. Em compensação, haverá casos em que seja possível usar apenas um shampoo a seco, o que não era possível antes do tratamento, enquanto há pacientes que podem ficar com os cabelos intactos mesmo após a atividade física.

Hiperidrose Crânio-Facial – cabeça, nuca, testa…

A hiperidrose localizada crânio-facial ocorre no cranio (couro cabeludo), face, nuca, colo, ou ambos.

Muitos pacientes acham que tal condição transmite, muitas vezes, sensação ou impressão de insegurança, nervosismo, mal-estar geral. O problema com o suor pode gerar situações desconfortáveis como ocorre, por exemplo com o ator que, por causa do suor excessivo, não consegue atuar ou sua maquiagem de desfaz na face molhada.hiperidrose suor cabeça botox tratamento sp

A hiperidrose crânio-facial tem características diferentes: predomina no sexo masculino. A média de idade dos pacientes é mais elevada; frequentemente são pessoas em posição de liderança, chefia, comando, nas quais o suor na face ou na cabeça transmite uma impressão ruim.

O fato concreto é que a hiperidrose crânio-facial é doença que leva à incapacidade de exercer atividade e vida social. Os índices de eficácia são muito altos, porém a indicação cirúrgica é muito mais complexa e requer mais experiência do médico. Há também, peculiaridades quanto a efeitos colaterais, complicações específicas com relação a cirurgia para esse tipo de hiperidrose.

O tratamento bem sucedido da hiperidrose crânio-facial é muito gratificante quando bem sucedido. O paciente recupera sua capacidade laborativa e sua auto-estima. Ganho na concentração e no rendimento, além de maior participação social, profissional, postura em reuniões, etc. Muitos pacientes referem menor preocupação com a observação dos outros.

Para obter bons resultados na hiperidrose crânio-facial há necessidade do bloqueio simpático ser realizado em localização “mais alta”. Tal fato usualmente associa-se ao suor compensatório mais frequente e em maior intensidade, além de outros sintomas de menor significado clínico.

Assim, apesar da maior incidência de efeitos colaterais e complicações na simpatectomia para a hiperidrose crânio-facial, os pacientes onde a indicação cirúrgica é adequada, constituem um grupo onde a satisfação frente ao resultado é bastante elevada.

suor cabeça botox tratamento sp

WhatsApp chat